Visa Móveis https://www.visamoveis.com.br Mobiliário para escritório Fri, 12 Apr 2019 20:28:09 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.9.13 https://www.visamoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/11/favicon_visamoveis.png Visa Móveis https://www.visamoveis.com.br 32 32 5 modelos de mesa de escritório que beneficiam a decoração https://www.visamoveis.com.br/5-modelos-de-mesa-de-escritorio-que-beneficiam-a-decoracao/ Tue, 18 Dec 2018 19:23:07 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3230 Conheça alguns modelos de mesa de escritório que vão facilitar a sua vida por permitirem articular decoração e funcionalidade para o seu espaço!

O post 5 modelos de mesa de escritório que beneficiam a decoração apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
A decoração de um escritório deve ser pensada desde a escolha dos móveis. Quanto mais os componentes principais do espaço, como mobília, iluminação, equipamentos e afins tiverem um design que favoreça a estética, menos será necessário ter gastos com esse aspecto, mas, mais do que isso, será possível também economizar o espaço e potencializar a funcionalidade do local.

A mesa é um elemento muito importante nesse sentido, pois a sua presença tem destaque no espaço e poderá interferir em toda a decoração. Pensando nisso, selecionamos alguns modelos de mesa de escritório que poderão te ajudar a articular decoração e funcionalidade.

1. Mesa de escritório retangular de madeira com tampo de vidro

A combinação correta de diferentes materiais é um dos principais recursos que torna uma peça sofisticada. Essa mesa, além dessa combinação realizada de uma maneira minimalista, imprime a textura da madeira em sua composição polida. É uma peça ideal para ser utilizada em uma posição central e em decorações com cores claras. Ela é autossuficiente. Um vaso de planta em seu canto esquerdo já seria o bastante para completar um design envolvente.

2. Combinação em madeira clara e escura

A palavra-chave para falar dessa mesa de escritório seria equilíbrio, um dos recursos mais tradicionais e apreciados quanto o assunto é estética. A madeira cor tabaco é combinada com um tom claro pontualmente colocado em posições centrais, explorando relevos e vazados.

Ao mesmo tempo em que a peça passa um ar de sobriedade, ela também tem algo de contemporâneo e inovador. É ideal para uma decoração mais limpa e sóbria, podendo ser combinada com ambientes clássicos. Livros e um ou outro souvenir de metal completam o clima oferecido pela peça.

3. Mesa de madeira, dinâmica e em L

Mais uma vez temos uma peça que combina madeira clara e escura, mas essa vai além, por combinar também uma cor sólida com uma textura. A aparência de duas peças acopladas reflete a dinâmica de seu uso na própria decoração. É ideal para cantos e ficará muito bem em decorações que explorem o uso do vidro e transparências.

4. Moderna e clean em MDP com metal

O MDP e o metal não são os materiais preferidos quando o assunto é decoração, no entanto, essa peça prova que é perfeitamente possível ter uma bela mesa de escritório elaborada com esses materiais. O estilo clean e moderno é ideal para ambientes que explorem também essa estética. Nessa abordagem “menos é mais”.

5.  Mesa de escritório auxiliar em madeira e metal

O interessante de utilizar móveis auxiliares é que eles permitem uma certa liberdade de funções e usos decorativos. Essa mesa, por exemplo, pode ser pensada para ser instalada tanto com um uso funcional em combinação com outros elementos quanto exclusivamente para fins decorativos ou usos esporádicos.

O interessante, nesse caso, é prever o uso de peças como essa a partir de um projeto de escritório. De qualquer maneira, a combinação de metal opaco com a textura de madeira tem um charme muito especial, com uma presença dinâmica que pode combinar bem com decorações claras, terrosas, amarelas, dentre outras.

Esses são alguns modelos de mesa de escritório que podem te ajudar a mobiliar e decorar seu espaço ao mesmo tempo. Encontre esses e outros móveis bonitos e funcionais visitando o site da Visa Móveis e aproveite para fazer um orçamento!

O post 5 modelos de mesa de escritório que beneficiam a decoração apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Liderança e motivação: entenda a relação entre esses fatores https://www.visamoveis.com.br/lideranca-e-motivacao-entenda-a-relacao-entre-esses-fatores/ Tue, 18 Dec 2018 18:51:55 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3270 Entenda neste artigo a relação entre liderança e motivação, e como essas competências podem apresentar impactos no seu empreendimento!

O post Liderança e motivação: entenda a relação entre esses fatores apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Liderança e motivação são duas palavras que aparecem constantemente no mundo do empreendedorismo, principalmente no que se refere à gestão de equipes. Embora os termos possam ser carregados por algumas abordagens subjetivas, eles podem ser elementos importantes para o sucesso na gestão de pessoas.

Neste artigo vamos falar sobre como eles estão articulados e como podem ser utilizados para o melhor aproveitamento dos recursos humanos de um negócio. Para isso, em primeiro lugar, precisamos definir melhor do que se trata cada um deles.

O que é liderança?

Podemos entender a liderança de duas maneiras. Uma é enquanto uma competência pessoal e, dessa maneira, ela pode estar presente em qualquer pessoa independentemente do cargo que ela ocupa. Nesse sentido, liderança diz respeito a capacidade de um indivíduo em inspirar os outros, em ser uma referência, um modelo para os demais. É interessante observar que nesse contexto nem sempre a liderança é positiva.

A outra possibilidade de definição de liderança é relacionada à função, a um cargo determinado dentro de uma organização. Nessa situação, a pessoa tem a incumbência de ser líder dos demais, isto é, atribuir funções, monitorar as tarefas, instruir, avaliar e direcionar atividades.

É claro que é possível que uma pessoa apresente a liderança nos dois sentidos: como uma competência individual e como um cargo, o que na verdade seria o ideal. Um líder em uma organização, de preferência, deve ser capaz de identificar e gerenciar, inclusive, outros líderes, a fim de aproveitar os potenciais espontâneos dessas pessoas em favor do negócio.

O que é motivação?

Em sua origem etimológica a palavra motivação tem relação com movimento, diz respeito à capacidade de mover-se em direção a alguma coisa determinada. Diferentemente da liderança, essa é sempre uma competência individual, mas que pode se manifestar e influenciar outras pessoas.

A pessoa motivada é aquela que consegue sempre se manter focada e persistente em direção ao seu objetivo, mantendo o ânimo e a determinação mesmo diante de desafios, buscando retirar de todas as situações aprendizados ou fatores positivos. Não se trata de estar sempre feliz, amoroso ou amigável. Trata-se de se manter firme rumo à uma meta e criar estratégias e posturas que favoreçam o seu alcance.

Qual a relação entre liderança e motivação?

A partir da definição de cada um desses termos já é possível ter uma noção da relação intrínseca entre liderança e motivação. Essa não é, contudo, uma relação natural como alguns defendem, é uma relação estratégica e necessária para uma liderança positiva e bem-sucedida, que favoreça o negócio.

Como assim não é uma relação natural? Mencionamos que existem líderes negativos. O que eles são? São pessoas capazes de influenciar os outros, mas de uma maneira nociva, instaurando o desânimo, descrença, revolta, apatia e atitudes afins. Você provavelmente já deve ter encontrados figuras semelhantes no caminho. Eles apresentam discursos contundentes e ampla capacidade de articulação, mas a utilizam esses potenciais para colocar as pessoas contra alguma coisa.

Por outro lado, o líder positivo, o tipo de líder que você desejará ser ou contratar para a sua empresa, é o líder motivado. É a pessoa que tem as mesmas competências que o primeiro, contudo, utiliza esse potencial para direcionar os outros de maneira harmônica e estratégica em favor de um objetivo. É nesse sentido que liderança e motivação estão relacionadas e podem contribuir para o sucesso de um negócio.

Um líder não motivado, que apenas cumpre uma função, é visto pelos outros como um “chefe”, alguém que manda, mas não é capaz de inspirar e fazer com que a equipe também se sinta responsável e desejosa de alcançar o mesmo objetivo. Isto é, ele é quase tão problemático quanto o líder negativo.

Além de entender a relação entre esses fatores, é importante lembrarmos que embora algumas pessoas tenham mais facilidade em apresentar as competências em questão, elas também podem ser desenvolvidas em qualquer um. É uma questão de investimento em qualificação e dedicação diária, não um dom divino.

Você já vivenciou situações com os tipos de lideranças que mencionamos? O que pensa sobre o assunto liderança e motivação no contexto organizacional? Compartilhe suas experiências e percepções nos comentários!

O post Liderança e motivação: entenda a relação entre esses fatores apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Descubra como a gestão estratégica de pessoas pode ajudar a sua empresa! https://www.visamoveis.com.br/descubra-como-a-gestao-estrategica-de-pessoas-pode-ajudar-a-sua-empresa/ Tue, 18 Dec 2018 18:30:49 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3272 Você já ouviu falar em gestão estratégica de pessoas? Aqui vamos te contar o que ela é e como alguns de seus pilares podem ajudar a sua empresa. Confira!

O post Descubra como a gestão estratégica de pessoas pode ajudar a sua empresa! apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
O gerenciamento de pessoas é um fator de muita relevância para uma empresa, pois as transformações em componentes de recursos humanos não são tão simples quanto as de ferramentas ou equipamentos por diversos fatores, como o período necessário para adaptação, compartilhamento de informações e o próprio gasto referente a esse processo.

Por essa razão, maneiras de realizar uma gestão capaz de melhor aproveitar os potenciais dos recursos humanos tem surgido a fim de favorecer os empreendimentos. Nesse contexto a gestão estratégica de pessoas se inclui como uma possibilidade. Vamos falar mais sobre o assunto.

O que é a gestão estratégica de pessoas?

A gestão estratégica de pessoas leva em consideração a variação das necessidades dos colaboradores segundo, por exemplo, a teoria da pirâmide de Maslow. Isto é, compreende-se o ser humano conforme seus diversos aspectos, como necessidades materiais e emocionais e também de acordo com o ciclo que ele vivencia em sua vida e na organização.

A partir dessa compreensão, são criadas estratégias e ações para melhor direcionar os potenciais humanos da empresa e qualificá-los para a atuação nesse espaço. Resumidamente, podemos dizer que esse modo de gestão substitui a visão do colaborador como funcionário e engloba seus aspectos humanos como um todo para pensar em modos de gerenciamento mais eficientes dos recursos humanos.

Conheça alguns pilares da gestão estratégica de pessoas

Como é comum entre as metodologias desenvolvidas para aprimorar os empreendimentos, é possível encontrar diferentes propostas que dizem respeito a modos de aplicar a gestão estratégica de pessoas. Aqui vamos abordar alguns pilares que podem auxiliar a colocar essa proposta em prática.

1. A motivação é algo pessoal e variável

Quando falamos em motivação, de um modo geral, queremos dizer de algo que é capaz de movimentar uma pessoa, de fazer com que ela se mantenha firme em direção a um objetivo. No caso da sua empresa, a motivação deve direcionar o colaborador em direção ao sucesso do seu empreendimento.

Contudo, o erro de muitos modos de gestão é compreender a motivação como uma coisa estática e definida, mas, como já sugerimos, ela compreende fatores emocionais e materiais que são variáveis de acordo com o ciclo do colaborador na organização.

Por exemplo, para uma pessoa que tem como principal necessidade no momento a melhoria financeira, um bônus salarial pode ser um motivador eficiente. No entanto, é possível que para outra, o mais relevante naquele instante seja qualificação ou tempo, portanto, um curso ou folgas são motivadores mais interessantes. É importante que o gestor entenda quais as principais necessidades dos colaboradores naquele momento e use isso como motivador.

2. A comunicação é fundamental para o trabalho em equipe

Uma vez que diversas pessoas estejam envolvidas em uma atividade em comum, para que ela flua, é necessário que a comunicação entre as partes funcione bem. Como fazer isso? Canais e ferramentas podem auxiliar nesse sentido e essa é a parte mais obvia. Todavia, não é a única.

Meios efetivos de comunicação também dizem respeito à linguagem e escuta. É preciso desenvolver estratégias que ajudem seus colaboradores a falarem a mesma linga e serem capazes de escutar uns aos outros. Para isso, só mesmo investindo em convivência, clima organizacional e na aproximação entre os membros da equipe, inclusive dos diferentes níveis hierárquicos.

3. Qualificação é sempre um investimento acertado

Não poderíamos deixar de mencionar a importância da constante qualificação para que a gestão estratégica de pessoas funcione. Tanto os líderes quanto os demais colaboradores devem estar alinhados quanto aos elementos determinantes para empresa, atividades e fluxos de ação. Para isso é fundamental que existam capacitações. Também é válido investir em qualificações que facilitem os processos de comunicação e relacionais.

Agora você sabe o que é a gestão estratégica de pessoas e como alguns dos seus pilares podem ajudar a sua empresa a aproveitar melhor os seus recursos humanos. O que você pensa sobre o assunto? Deixe um comentário com a sua opinião!

O post Descubra como a gestão estratégica de pessoas pode ajudar a sua empresa! apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Conheça 5 modelos de estação de trabalho para escritório https://www.visamoveis.com.br/conheca-5-modelos-de-estacao-de-trabalho-para-escritorio/ Tue, 18 Dec 2018 18:20:34 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3322 A estação de trabalho para escritório é uma alternativa dinâmica e rica em opções para configurar um espaço de trabalho da maneira ideal. Saiba mais!

O post Conheça 5 modelos de estação de trabalho para escritório apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
A estação de trabalho para escritório é uma alternativa cada vez mais comum para composição do espaço operacional das empresas. Principalmente em locais onde existe um amplo corpo de colaboradores atuando e que o trabalho em equipe é uma premissa, não é viável a manutenção de inúmeras salas fechadas, o que faz com que esse mobiliário seja um substituto dessa configuração.

É verdade que, apesar dessa tendência, algumas atividades exigem maior privacidade e concentração dos trabalhadores, o que não é tão favorecido por um ambiente completamente aberto. Contudo, as diferentes opções em estações de trabalho atualmente oferecem uma diversidade de configurações. A seguir vamos te apresentar alguns modelos e explicar para quais tipos de ambiente são mais indicados.

1. Estação de trabalho para escritório com design circular

Esse modelo de estação de trabalho para escritório é semiaberto, permitindo alguma privacidade e maior organização entre os diferentes postos que irão ocupar a mesma estação. O design, contudo, além de agradável, apresenta um posicionamento mais dinâmico para os colaboradores, por sua forma “circular”, facilitando a interação voluntária e simultânea entre os seus componentes.

2. Estação de trabalho com textura de madeira e design sofisticado

Essa estação de trabalho apresenta a mesma qualidade de design dinâmico que a anterior, no entanto, se diferencia por ser mais sofisticado, apresentando uma textura de madeira combinada com a cor preta e canos de sustentação.

Dessa maneira, além do benefício funcional, essa peça pode contribuir muito para a decoração, particularmente em ambientes com estética mais clássica e elegante, que utilizem uma paleta de cores neutras.

3. Mesa componível horizontal com textura de madeira

Essa estação de trabalho para escritório também apresenta um design sofisticado, um pouco mais sóbrio e pontual. Por sua composição horizontal, é ideal para ambientes de trabalho no qual a interação entre os membros da equipe seja mais pontual ou em duplas. No que diz respeito ao seu impacto no espaço, o formato dessa estação poderá contribuir para um melhor aproveitamento dele, inclusive permitindo a ocupação de “corredores”.

4. Estação de trabalho tipo balcão em duas cores

Esse modelo de estação de trabalho é indicado principalmente para os espaços onde os colaboradores também atendem clientes, pois proporciona uma divisão entre um lado interior e um exterior. No interior é possível que os colaboradores executam suas atividades e interajam de uma maneira muito direta entre si, reservados do ambiente externo à estação.

5. Estação individual e fechada

Ideal para ambientes que demandam maior concentração e privacidade para os funcionários, esse tipo de estação de trabalho para escritório pode substituir o uso de salas fechadas, proporcionando maior produtividade e proteção dos colaboradores em relação ao excesso de estímulos externos.

Como foi possível perceber a partir desses diferentes modelos de estação de trabalho para escritório, é possível ter esse mobiliário como alternativa para os mais diversos tipos de ambiente tanto em relação à natureza da atividade que é realizada, quanto no que se refere à decoração do espaço. Você pode ter acesso a essas e outras estações de trabalho para encontrar a ideal para a sua empresa no site Visa Móveis. Confira!

O post Conheça 5 modelos de estação de trabalho para escritório apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
4 dicas para uma reforma de escritório bem-sucedida https://www.visamoveis.com.br/4-dicas-para-uma-reforma-de-escritorio-bem-sucedida/ Tue, 18 Dec 2018 17:44:14 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3326 Vamos te ajudar a pensar em algumas medidas que podem ajudar a sua reforma de escritório a ser bem-sucedida. Não deixe de conferir!

O post 4 dicas para uma reforma de escritório bem-sucedida apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
A decisão de reformar um escritório surge por diversos motivos e deverá ser realizada conforme as necessidades da empresa, buscando solucionar os problemas que prejudicam o andamento do cotidiano de trabalho.

Considerando que esse é um momento delicado que envolve um relevante dispêndio financeiro e de tempo, é preciso que ele seja realizado com cuidado. Pensando nisso, elaboramos este artigo para te ajudar a ter em mente quais são os elementos mais importantes a serem considerados e planejados para uma reforma de escritório bem-sucedida, confira!

1. Planejamento em primeiro lugar

Por mais urgente que seja a necessidade da reforma de escritório, é preciso que a empresa elabore um planejamento detalhado antes de realizá-la, a fim de evitar dores de cabeça. É interessante fazer o levantamento de todos os fatores problemáticos que demandam atenção especial na reforma, o que poderá ser aproveitado e o que deverá ser substituído, previsão orçamentária, cronograma, quais serão as adaptações necessárias à rotina de trabalho durante a reforma, dentre outras questões.

2. Peça ajuda da sua equipe para a reforma de escritório

Para ter sucesso na reforma do escritório é interessante consultar as observações, opiniões e percepções daquelas pessoas que permanecem nele por mais tempo. A sua equipe poderá ser uma grande aliada em te ajudar a considerar detalhes e questões funcionais que demandam atenção na reforma, então, converse com essas pessoas e permita que elas participem das reuniões com os profissionais responsáveis pela reforma, procurando abranger colaboradores que atuam em diferentes lugares da empresa.

3. Faça mais de um orçamento e avalie a qualidade

Antes de escolher quem serão os profissionais e fornecedores parceiros na reforma, é importante pesquisar bem e realizar mais de um orçamento. Nessas consultas, não avalie apenas o preço, considere também o nível dos profissionais, a reputação e competência dos fornecedores, qualidade do que oferecem e, a partir disso, poderá realmente compreender quais são as melhores opções em custo-benefício.

Isso é importante porque o investimento na reforma deve ser pensado em longo prazo, e não apenas no momento de sua realização. Dessa maneira, embora seja relevante buscar por economia nesse momento, essa economia jamais deverá comprometer a qualidade da reforma.

4. Considere a identidade visual nesse momento

Se a sua empresa ainda não tinha um trabalho de decoração e gestão espacial pensando na identidade da marca, esse é o momento para incluir esse elemento na reforma. Para além dos aspectos funcionais que o espaço de uma empresa deve considerar, a identidade visual também é fundamental.

O seu escritório pode ser um cartão de visitas brilhante para encantar clientes, parceiros, investidores e outros componentes do mercado. Investir em uma idade visual compatível com o que o seu negócio representa irá passar uma imagem de profissionalismo e independência que fortalecerá a sua marca.

Observando essas quatro dicas você poderá ter sucesso na reforma de escritório articulando economia e qualidade. Esse é um momento importante, que deve ser pensado como algo para se fazer pontualmente e ter resultados duradouros, portanto, é sempre preciso ter a mente no futuro diante de uma reforma.

Um projeto de escritório poderá auxiliar muito nesse momento, pois sua função é justamente planejar e projetar o seu futuro ambiente de trabalho a partir da perspectiva de profissionais especializados em articulação com a empresa. Quer uma ótima parceria nessa missão? Então conheça a Visa Móveis e seus projetos de escritório!

O post 4 dicas para uma reforma de escritório bem-sucedida apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Sistema de gestão integrada: entenda o que é e seus benefícios https://www.visamoveis.com.br/sistema-de-gestao-integrada-entenda-o-que-e-e-seus-beneficios/ Fri, 30 Nov 2018 21:32:43 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3268 Um sistema de gestão integrada pode trazer muitos benefícios para um negócio. Saiba mais sobre e quais as suas vantagens neste artigo!

O post Sistema de gestão integrada: entenda o que é e seus benefícios apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Geralmente, as funções administrativas de uma empresa demandam o uso de diversos programas de computador para a sua realização. Com isso, gasta-se com a licença e manutenção de diferentes softwares, além da necessidade de gerenciamento e uso de cada um deles. Vamos combinar que isso é pouco prático. Felizmente, a tecnologia já oferece uma alternativa para essa situação: o sistema de gestão integrada. Você sabe o que é? Vamos te contar.

O que é um sistema de gestão integrada?

O sistema de gestão integrada é um programa de computador que tem como função articular a gestão de diferentes dados e processos de um negócio em um mesmo sistema. Ele também é conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning).

A partir dessa ferramenta, pode-se integrar as atividades conforme as necessidades do empreendimento, a partir de diferentes perspectivas, de modo a substituir vários programas por um único software. Dessa forma, pode-se ter maior controle dos processos empresariais de ponta a ponta.

Quais os benefícios de um sistema de gestão integrada?

Alguns dos benefícios do sistema de gestão integrada já estão implícitos no que já falamos. De qualquer maneira, vamos falar mais especificamente sobre os principais benefícios de ter esse tipo de sistema em uma organização.

Qualifica o fluxo de comunicação entre setores e controle dos processos

A informatização dos processos da empresa, articulados em um mesmo sistema, permite que todos os setores tenham acesso, fazendo com que o fluxo de comunicação se desobstrua e seja possível uma economia de trabalho, de modo que os recursos humanos podem ser melhor aproveitados. Pelo mesmo motivo, torna-se possível também manter maior controle sobre os processos e, consequentemente, aumentar o potencial de qualificá-los.

Redução de custos com softwares

Como mencionamos antes, o sistema de gestão integrada substitui uma série de programas por um único, de modo que gera economia tanto pela redução dos gastos com licenças, quanto pela redução de uso de materiais administrativos (papéis, impressões, etc.) e, também, pelo melhor aproveitamento de recursos humanos, que antes precisaria despender mais tempo com as tarefas relacionadas.

Maior confiabilidade das informações

Uma vez que todos os dados serão lançados em um único sistema, evita-se que eles sejam fragmentados pela passagem em diferentes setores, o que geralmente gera equívocos a serem corrigidos. Esse benefício reflete também no cumprimento das obrigações legais, uma vez que é possível ter mais clareza e precisão em relação às informações e procedimentos dessa natureza.

Os demais benefícios de ter um sistema de gestão integrada na empresa são reflexos desses outros. Podemos pensar em uma cadeia de vantagens, por exemplo: se os processos se tornam mais organizados e disponíveis em um único local, pode-se monitorá-los com mais precisão, identificar os erros e necessidades de mudança em sua realização, corrigi-los e verificar os resultados.

A partir disso, os processos serão qualificados de maneira mais ágil e assertiva do que com o uso de inúmeros programas, de modo que o resultado final terá como reflexo maior agilidade e qualidade na prestação de serviços pela empresa, gerando a satisfação do cliente.

Como acontece com todo instrumento de gestão, ele aumenta o potencial de sucesso do empreendimento, mas isso também dependerá da performance da administração da empresa. Outro elemento muito importante, nesse sentido, é um plano de negócios bem elaborado. Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia o e-book: Como construir um plano de negócios bem-sucedido.

O post Sistema de gestão integrada: entenda o que é e seus benefícios apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
3 dicas sobre como fidelizar clientes https://www.visamoveis.com.br/3-dicas-sobre-como-fidelizar-clientes/ Fri, 30 Nov 2018 20:41:37 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3266 Se você está buscando saber como fidelizar clientes, confira essas dicas que vão te falar sobre a essência da fidelização para que você construa a sua estratégia!

O post 3 dicas sobre como fidelizar clientes apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
A importância do cliente para o negócio, que já é grande, se multiplica quando se trata de um cliente fiel. Isso porque esse tipo de consumidor gera economia para empresa, pois os custos com a manutenção de um cliente são menores do que com a prospecção, além de que o retorno é mais garantido. Soma-se a isso o fato de que esse cliente também funciona como um disseminador positivo da marca.

Dessa forma, a fidelização de clientes é uma estratégia inteligente e com resultados certos para o empreendimento. Pensando nisso, listamos algumas dicas para que você saiba como fidelizar clientes e colher os frutos desse investimento para o seu negócio!

1. Preço e atendimento não resumem a fidelização de clientes

Alguns gestores pensam que coisas como preço baixo e bom atendimento são o suficiente para fidelizar clientes. Eles estão errados!

Em relação ao preço, basta lembrar que algumas marcas caríssimas que tem clientes muito fieis, embora existam outros produtos semelhantes no mercado. A Apple é um ótimo exemplo disso. Quanto ao bom atendimento, o consumidor certamente entende que isso é o mínimo que você deve fazer. Então, como fidelizar clientes? Vamos ver.

2. Pesquise o seu cliente real e potencial

Você já deve ter visto essa dica em outros contextos. É porque conhecer o seu cliente de verdade é realmente importante para os mais diversos aspectos do seu negócio e, mais uma vez, é esse conhecimento que vai te revelar como fidelizar clientes, ou melhor dizendo: os seus clientes.

Cliente é um termo genérico, contudo, as pessoas são diferentes. Naturalmente, os consumidores de um determinado produto ou marca também apresentam certas particularidades que precisam ser conhecidas, para que seja possível atendê-lo como ele gostaria de ser atendido e qualificar o produto ou serviço para que ele fique mais satisfeito.

Sendo assim, não economize pesquisas! Aproveite cada oportunidade para demonstram o quanto você se importa com o seu cliente e deseja saber mais sobre ele. Faça questionários, inclua sondagens na abordagem dos seus vendedores e atendentes, faça um “quiz” interativo e lúdico na sua rede social, enfim, use sua criatividade para conhecer seu consumidor ao máximo!

3. Entenda que a experiência é um dos maiores segredos sobre como fidelizar clientes

Os verdadeiros consumidores, isto é, aqueles que não compram apenas quando precisam, mas que realmente mantém vínculo com produtos e serviços ao ponto de se tornarem clientes fiéis, não estão interessados apenas na aquisição de um bem ou serviço: eles querem experiências memoráveis.

É por isso que existem marcas que, embora mais onerosas, tem um público estável e ansioso por novos lançamentos. Entenda como o seu negócio pode oferecer ao seu consumidor uma experiência única e especial. Coisas simples podem fazer a diferença. Novamente, use a criatividade e o conhecimento que você adquiriu sobre o seu cliente e, com certeza, você vai se sair bem.

Uma opção, por exemplo, é ter um ambiente marcante pela decoração, perfume e outros elementos diferenciados. Quer dizer que investir em decoração pode ser uma maneira de fidelizar clientes? Pode sim. Assim como ter um café disponível, brindes, sorteios, eventos e tantas outras possibilidades, sempre somadas a um ótimo atendimento, que cumpre o que promete!

A partir dessas dicas básicas você é capaz de entender como fidelizar clientes na sua “raiz”, de modo que poderá desdobrar várias ações de acordo com o perfil do seu negócio e do seu público. É importante, também, que você continue ampliando o seu conhecimento sobre empreender. Esse artigo te ajudou? Continue acompanhando temas semelhantes curtindo a página da Visa Móveis no Facebook!

O post 3 dicas sobre como fidelizar clientes apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Gerenciamento de processos: o que você precisa saber! https://www.visamoveis.com.br/gerenciamento-de-processos-o-que-voce-precisa-saber/ Fri, 30 Nov 2018 20:32:58 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3264 Sintetizamos para você algumas informações básicas sobre o gerenciamento de processos. Leia este artigo e amplie seus conhecimentos sobre essa estratégia de gestão!

O post Gerenciamento de processos: o que você precisa saber! apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
O modelo tradicional de gestão é configurado por uma estrutura vertical e setorial, com uma visão limitada quanto à integração entre os setores. Contudo, a constante busca pela modernização e qualificação da administração empresarial, a fim de lidar com aspectos como a crescente competitividade e contextos de crise, tem oferecido outras estratégias mais eficientes de gerência.

Dentre essas propostas está o gerenciamento de processos. A seguir, vamos definir melhor o que é esse modo de gestão e algumas considerações para a sua implementação.

O que são e quais os tipos de processo em uma empresa?

Em primeiro lugar, é importante que você entenda o que são os processos no contexto empresarial. Eles podem ser definidos como um conjunto de atividades que caracterizam a trajetória de uma ação da empresa, do seu início à sua conclusão. Nesse sentido, pode-se classificar os processos em três tipos:

– Os processos primários, que refletem diretamente na relação com o cliente por estarem relacionados com a trajetória da produção à entrega do produto;

– Os processos de apoio, que se referem ao fornecimento dos recursos necessários à produção, como serviços, equipamentos e afins;

– Os processos de gestão, que gerenciam o funcionamento dos outros processos.

O gerenciamento de processos é uma proposta que tem como finalidade criar estratégias e ações para qualificar essas trajetórias.

O que é o gerenciamento de processos?

A gestão de processos é uma estratégia administrativa que tem como finalidade analisar e qualificar, continuamente, os processos que compõem um empreendimento. Para isso, se utiliza da pesquisa, análise, definição, execução e monitoramento dos processos da organização.

Nesse sentido, é preciso diferenciar processos de setores. É possível que um mesmo processo passe por diversos setores, portanto, o gerenciamento de processos deverá considerar a comunicação e articulação entre eles.

Por exemplo: da produção de um objeto à sua comercialização, todo o processo diz respeito ao produto, e cada momento dele irá influenciar na reação do cliente com o resultado final. Entretanto, ele passa pelos setores de: fabricação/produção ou compra, estoque, logística, venda, entrega e pós-venda.

Aqui temos mais de um setor que influencia no mesmo processo e todos eles deverão atuar bem para que o cliente receba o produto em perfeito estado, seja bem atendido e fique satisfeito.

Como implementar o gerenciamento de processos?

Para implantar a gestão de processos em uma empresa é preciso lidar com alguns princípios a fim de configurar as ações em conformidade com eles:

  • Modelagem: é o mapeamento completo de um processo, que torna possível identificar todas as suas etapas, funções e responsáveis envolvidos;
  • Análise: auxilia no entendimento de um processo, identificando o que é necessário para que o seu objetivo seja atingido com êxito;
  • Desenho: organiza detalhadamente as atividades, tarefas, fluxos e outras definições orientadas pela análise realizada, de modo que o trabalho alcance o objetivo pretendido com qualidade;
  • Gerenciamento: consiste no acompanhamento, monitoramento e avaliação de cada processo a partir de métricas, medidas e indicadores de desempenho;
  • Transformação: ocorre quando se identifica que um processo não está sendo efetivo para o alcance do resultado esperado, a fim de otimizá-lo.

É claro que aqui apresentamos apenas um resumo do que é o gerenciamento de processos e do que é necessário considerar para a sua implantação. Ainda assim, é importante ressaltar que nem todo empreendimento se beneficiará da mesma maneira com essa estratégia de gestão.

Você pode aprofundar mais seus conhecimentos sobre gestão de empresas lendo o nosso e-book sobre um dos seus principais elementos: o plano de negócios. Confira: Como construir um plano de negócios bem-sucedido.

O post Gerenciamento de processos: o que você precisa saber! apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
O que é ser empreendedor? https://www.visamoveis.com.br/o-que-e-ser-empreendedor/ Fri, 30 Nov 2018 20:24:00 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3057 Muito se fala sobre empreendedores associados ao mundo dos negócios, mas você sabe, realmente, o que é ser empreendedor? Vamos falar sobre o assunto no texto!

O post O que é ser empreendedor? apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Vamos começar explicando uma coisa: ter um negócio próprio não resume o que é ser empreendedor! Essa associação é comum porque pessoas com perfil empreendedor geralmente embarcam no mundo dos negócios. Mas, nem sempre foi assim e nem todo mundo que tem uma empresa tem esse perfil.

Antes da internet não se falava muito em empreendedorismo. A maioria das empresas e negócios eram herdados ou encabeçados por pessoas com muito recurso financeiro. Portanto, é recente esse assunto. O empreendedor nasce em uma época fértil para a sua existência: a época das boas ideias, prestação de serviços, internet, facilidade em formalizar pequenos negócios. Afinal, quem é essa figura?

O que é ser empreendedor?

O empreendedor pode ser definido por uma série de comportamentos e características. Muitas vezes ele ainda não tem um negócio, mas guarda potencial para isso.

Quais características são essas? Resumidamente, é uma pessoa com visão aguçada, capaz de enxergar soluções originais e alternativas diante de um contexto problemático. Isto é, o empreendedor é uma pessoa que vê uma situação e consegue imaginar maneiras de deixá-la melhor ou diferente. É um agente de transformações.

Contudo, ele não pode ser apenas um sonhador, aí vem outra característica importante desse tipo de pessoa: a iniciativa. O senso de realidade precisa fazer parte do empreendedor. Ele não apenas visualiza e projeta coisas, mas cria meios de torná-las concretas e tem disposição para agir na direção certa.

Quais são os tipos de empreendedor?

Como você pode perceber, as pessoas que possuem a visão empreendedora pode tomar diferentes rumos. Esses rumos irão variar de acordo com características pessoais de cada um, a bagagem cultural, as experiências de vida.

Empreender não se resume apenas a negócios. Por isso, podemos falar de diferentes tipos de empreendedor, conheça alguns:

Empreendedor digital

Esse tipo de empreendedor enxerga as oportunidades no mundo virtual a partir das mais diversas possibilidades disponíveis na internet. São os criadores de aplicativos, jogos, sites colaborativos, serviços digitais e outras possibilidades.

Empreendedor social

Esse perfil tem o olhar voltado para as questões sociais de modo geral. Imagina meios de transformar a sociedade em um lugar mais humano e igual para as pessoas. Ações empreendedoras desse gênero geralmente se desdobram em ONGs, coletivos, associações e afins, apresentando um forte vínculo com o setor público.

Empreendedor público

Concursados e outros agentes públicos também podem ser empreendedores, embora muitas pessoas não tenham consciência disso. Internamente e paralelo ao serviço público, essas pessoas desenvolvem projetos, ações e programas inovadores com impactos variados.

Empreendedor local

Esse tipo de empreendedor é bem comum e fácil de reconhecer. São aquelas pessoas que enxergam uma oportunidade, geralmente comercial, na sua região e investem nisso. Podem ser pequenos comerciantes ou prestadores de serviço que procuram suprir alguma necessidade local.

Os empreendedores também podem variar conforme a atuação: informais, autônomos, MEIs (Microempreendedor Individual), cooperados, franqueados, microempresários e outros.

Tem mais alguma dúvida sobre o que é ser empreendedor? Você possui esse perfil? Já tomou alguma iniciativa para colocar esse lado em prática? Compartilhe suas experiências conosco através dos comentários!

O post O que é ser empreendedor? apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
6 dicas surpreendentes sobre como liderar uma equipe! https://www.visamoveis.com.br/6-dicas-surpreendentes-sobre-como-liderar-uma-equipe/ Mon, 26 Nov 2018 17:50:08 +0000 http://www.visamoveis.com.br/?p=3262 Você sabia que o espaço físico de trabalho pode influenciar na liderança? Entenda essa e outras questões em nosso artigo sobre como liderar uma equipe!

O post 6 dicas surpreendentes sobre como liderar uma equipe! apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>
Podemos entender a liderança de duas maneiras. Uma é enquanto uma competência pessoal e, dessa maneira, ela pode estar presente em qualquer pessoa independentemente do cargo que ela ocupa. Aqui, liderança diz respeito à capacidade de um indivíduo em inspirar os outros, em ser uma referência, um modelo para os demais.

A outra possibilidade é relacionada a um cargo dentro de uma organização. Nessa situação, a pessoa tem a função de ser líder dos demais, isto é, atribuir funções, monitorar as tarefas, instruir, avaliar e direcionar atividades. Nesse contexto, outros elementos além da própria pessoa podem influenciar.

Uma organização precisa que a liderança tenha êxito nos dois sentidos. Pensando nisso, elaboramos algumas dicas sobre como liderar uma equipe que consideram esses diferentes fatores. Confira!

1. O líder deve ter uma postura de diálogo aberto e constante

O diálogo é senso comum quando o assunto é como liderar uma equipe. É isso que diferencia um líder de um chefe. Uma boa liderança depende da escuta, de priorizar a pergunta antes da afirmação a fim de estimular a conversa e o desenvolvimento sobre as questões, de aceitar e articular diferentes pontos de vista na resolução de um problema ou realização de um trabalho.

2. Feedback e apoio aos colaboradores são fundamentais

Delegar funções e cobrar resultados inevitavelmente faz parte da missão de liderar. Contudo, não se pode fazer isso sem o auxílio constante do feedback e do apoio, no sentido de oferecer orientações e sugestões que contribuam para o desenvolvimento dos colaboradores. Essas duas culturas, em vez de fazer o funcionário se sentir oprimido e exausto, fará com que ele se sinta motivado e valorizado.

3. Não há como liderar uma equipe sem se qualificar

Liderar é um desafio! Mesmo aqueles que tem uma “vocação” para isso, quando inseridos em uma organização, precisam adequar suas habilidades às competências técnicas necessárias para liderar conforme os objetivos empresariais. Sendo assim, se qualificar é fundamental.

4. Seus colaboradores também precisam de qualificação

Uma das coisas que muitos gestores ignoram sobre como liderar uma equipe, é que nem tudo gira em torno do líder. A qualificação dos colaboradores também irá interferir no quanto a liderança será efetiva. Eles precisam falar a mesma língua do líder, estarem atualizados com as demandas e necessidades da organização, e com as competências afiadas para cumprir as orientações e participar ativamente da empresa. Simplificando: o líder não faz tudo sozinho, logo, precisa de uma equipe competente.

5. Aplicativos online ajudam na comunicação transparente e integração

A tecnologia pode facilitar muito o desafio de liderar. A partir do uso de aplicativos destinados à organização e acompanhamento de tarefas, por exemplo, é possível que o mesmo conteúdo, orientações e discussões fiquem acessíveis para todo o grupo ao mesmo tempo. Isso evita conflitos e reclamações sobre possíveis predileções ou informações dúbias. Mas o grande forte desse uso é a ampliação e qualificação da comunicação entre o líder e a equipe.

6. Um escritório mais humano favorece uma boa liderança

Imagine um espaço com salas isoladas, móveis sóbrios e “densidade” na composição. Ela será ideal para trabalhos solitários e pessoas que agradam ou precisam desse tipo de ambiente. Mas será que ele é favorável para liderar uma equipe? A verdade é que a composição de um escritório pode fazer toda a diferença para facilitar ou dificultar a liderança.

Atualmente, conforme a natureza da empresa, espaços mais horizontais, onde as pessoas possam se ver e interagir no cotidiano laboral, com aspectos mais descontraídos e agradáveis visualmente, podem gerar uma abertura e disposição nos colaboradores, aproximando-os, facilitando a integração e a aceitação da liderança.

Essas são nossas dicas especiais sobre como liderar uma equipe. Agora basta analisá-las de maneira articulada com o seu contexto para entender como aplicá-las à realidade da sua empresa. No que se refere à estrutura do espaço para favorecer a liderança, nós podemos te ajudar. Conheça os projetos de escritório da Visa Móveis e dê um passo para uma liderança mais efetiva!

O post 6 dicas surpreendentes sobre como liderar uma equipe! apareceu primeiro em Visa Móveis.

]]>