Liderança e motivação: como essa combinação pode favorecer a sua empresa

A motivação pode ser um fator determinante para exercer uma liderança efetiva em uma empresa. Por isso afirmamos que liderança e motivação é a combinação ideal para o sucesso de uma gestão. Entenda melhor a seguir porque essa articulação é importante!

Como a motivação influencia nos modos de liderança?

A relação entre liderança e motivação não é natural como alguns defendem, ela é estratégica e precisa ser trabalhada para o alcance de uma liderança bem-sucedida, que favoreça o negócio. Isso é importante porque nem todo modo de liderança é positivo.

Existem, por exemplo, os líderes negativos. Eles são pessoas capazes de influenciar os outros, mas de uma maneira nociva, instaurando desânimo, descrença, revolta, apatia e atitudes afins. Você provavelmente já deve ter encontrado figuras semelhantes no caminho. Eles apresentam discursos contundentes e ampla capacidade de articulação, mas utilizam esses potenciais para colocar as pessoas contra alguma coisa.

Por outro lado, o líder positivo, o tipo de líder que você desejará ser ou contratar para a sua empresa, é o líder motivado. É a pessoa que tem as mesmas competências que o primeiro, contudo, utiliza esse potencial para direcionar os outros de maneira harmônica e estratégica em favor de um objetivo. É nesse sentido que liderança e motivação estão relacionadas e podem contribuir para o sucesso de um negócio.

Temos, ainda, o líder formal, que quando não motivado, apenas cumpre uma função e é visto pelos outros como um “chefe”, alguém que manda, mas não é capaz de inspirar e fazer com que a equipe também se sinta responsável e desejosa de alcançar o mesmo objetivo. Isto é, ele é quase tão problemático quanto o líder negativo.

Como articular liderança e motivação para impulsionar a empresa?

Já mencionamos que liderança e motivação não brotam em árvores, então, é preciso investir no desenvolvimento dessas competências na gestão da empresa. O primeiro passo para fazer isso é, sem dúvida, buscar por qualificações, capacitações e outros aprendizados que oferecem métodos, técnicas e perspectivas de como cultivar essas habilidades no cotidiano empresarial.

Além disso, é preciso que os líderes considerem, também, modos de estimular a motivação e a autonomia dos demais colaboradores. Uma das estratégias para isso se realiza a partir da escuta, identificação e valorização de competências individuais que se destacam.

A valorização do colaborador no ambiente de trabalho a partir do aproveitamento de suas principais habilidades pode ser um fator motivador surpreendente, mais efetivo do que muitos prêmios. Por que? Um dos motivos é que isso faz com que ele se sinta mais satisfeito com o próprio trabalho e possa, também, trabalhar com mais prazer.

Contudo, para que essa e outras medidas que visam articular liderança e motivação funcionem de modo a favorecer o negócio, é preciso que elas sejam realizadas estrategicamente. Não adianta, por exemplo, direcionar a habilidade de um funcionário para algo que não terá nenhum retorno para a empresa. O líder precisa de um plano para fazer isso!

De um modo geral, uma boa estratégia de gestão facilitará o cumprimento dessa missão, e um ótimo plano de negócios é o primeiro passo para isso. Você pode começar a desenvolver o requisito “qualificação” para estimular suas habilidades de liderança e motivação aprofundando seus conhecimentos em gestão empresarial lendo o e-book: Como construir um plano de negócios bem-sucedido.

share post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *