Sistema de gestão integrada: entenda o que é e seus benefícios

Geralmente, as funções administrativas de uma empresa demandam o uso de diversos programas de computador para a sua realização. Com isso, gasta-se com a licença e manutenção de diferentes softwares, além da necessidade de gerenciamento e uso de cada um deles. Vamos combinar que isso é pouco prático. Felizmente, a tecnologia já oferece uma alternativa para essa situação: o sistema de gestão integrada. Você sabe o que é? Vamos te contar.

O que é um sistema de gestão integrada?

O sistema de gestão integrada é um programa de computador que tem como função articular a gestão de diferentes dados e processos de um negócio em um mesmo sistema. Ele também é conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning).

A partir dessa ferramenta, pode-se integrar as atividades conforme as necessidades do empreendimento, a partir de diferentes perspectivas, de modo a substituir vários programas por um único software. Dessa forma, pode-se ter maior controle dos processos empresariais de ponta a ponta.

Quais os benefícios de um sistema de gestão integrada?

Alguns dos benefícios do sistema de gestão integrada já estão implícitos no que já falamos. De qualquer maneira, vamos falar mais especificamente sobre os principais benefícios de ter esse tipo de sistema em uma organização.

Qualifica o fluxo de comunicação entre setores e controle dos processos

A informatização dos processos da empresa, articulados em um mesmo sistema, permite que todos os setores tenham acesso, fazendo com que o fluxo de comunicação se desobstrua e seja possível uma economia de trabalho, de modo que os recursos humanos podem ser melhor aproveitados. Pelo mesmo motivo, torna-se possível também manter maior controle sobre os processos e, consequentemente, aumentar o potencial de qualificá-los.

Redução de custos com softwares

Como mencionamos antes, o sistema de gestão integrada substitui uma série de programas por um único, de modo que gera economia tanto pela redução dos gastos com licenças, quanto pela redução de uso de materiais administrativos (papéis, impressões, etc.) e, também, pelo melhor aproveitamento de recursos humanos, que antes precisaria despender mais tempo com as tarefas relacionadas.

Maior confiabilidade das informações

Uma vez que todos os dados serão lançados em um único sistema, evita-se que eles sejam fragmentados pela passagem em diferentes setores, o que geralmente gera equívocos a serem corrigidos. Esse benefício reflete também no cumprimento das obrigações legais, uma vez que é possível ter mais clareza e precisão em relação às informações e procedimentos dessa natureza.

Os demais benefícios de ter um sistema de gestão integrada na empresa são reflexos desses outros. Podemos pensar em uma cadeia de vantagens, por exemplo: se os processos se tornam mais organizados e disponíveis em um único local, pode-se monitorá-los com mais precisão, identificar os erros e necessidades de mudança em sua realização, corrigi-los e verificar os resultados.

A partir disso, os processos serão qualificados de maneira mais ágil e assertiva do que com o uso de inúmeros programas, de modo que o resultado final terá como reflexo maior agilidade e qualidade na prestação de serviços pela empresa, gerando a satisfação do cliente.

Como acontece com todo instrumento de gestão, ele aumenta o potencial de sucesso do empreendimento, mas isso também dependerá da performance da administração da empresa. Outro elemento muito importante, nesse sentido, é um plano de negócios bem elaborado. Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia o e-book: Como construir um plano de negócios bem-sucedido.

share post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *